Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.
Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.
Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

0 Google Phone pode ser vendido diretamente pelo Google já em janeiro



Fim de semana cheio de rumores sobre o Google Phone. Na sexta-feira, em um encontro, a empresa deu vários aparelhos a seus funcionários para experimentarem possibilidades googlianas em mobilidade. Fotos pipocaram no Twitter. Especificações surgiram. Até aí, só mais um telefone com Android, atualizado, mais sexy. Mas o grande rumor veio no domingo, quando o Wall Street Journal cravou que o aparelho chamado HTC Nexus One (o que pode ser um nome de projeto) começaria a ser vendido já em janeiro, desbloqueado, pelo próprio Google. O Google vendendo hardware e assumindo o controle de um sistema de código aberto? Muita calma nessa hora.

É o que eu peço agora: muita calma nessa hora. Vários sites, inclusive o Gizmodo americano, dão quase tudo como fatos, coisa certa. Mas a única informação oficial é que, sim, os funcionários do Google estão usando um telefone da empresa. E que ele é um "produto interno", o que pode significar qualquer coisa. Fontes de vários sites e uma reportagem do Wall Street Journal confirmam o lançamento para janeiro de 2010 nos EUA, sem contrato com operadora (algo raríssimo nos EUA).

O WSJ diz que a diferenteça desse para outros celulares com Android é que o sistema todo é feito com o acompanhamento próximo do Google. Não é verdade. A interface tanto do G1, o primeiro celular com Android, quanto do Milestone/Droid, foram praticamente desenvolvidas pelo Google. Então isso, em si, não é exatamente novidade. É dado como certo também que essa é uma versão atualizada do Android. Mas, pelas imagens até agora, tudo é idêntico ao Android 2.0 do Milestone, como notou o Engadget, que preferiu adotar uma posição extremamente cética à celeuma toda.

A grande surpresa mesmo é a possibilidade do Google vender um hardware, mesmo que não fabricado por ele mesmo. O Android sempre foi visto como um sistema para rodar em diversos hardwares, como o Windows Mobile. Mas se rolar uma versão altamente customizada do Google para o Android, como fica o suporte para outras fabricantes? Como fica a competição no meio? Qual seria o preço de uma beleza dessas?

A única coisa que se sabe com certeza é que o HTC Nexus One tem uma tela de 3,7'', como o Milestone, mas de OLED, e com o rapidíssimo chip Snapdragon de 1 GHz. Isso é sensacional.




Para nós do Brasil, há um problema: a HTC demora para lançar coisas aqui, e nunca o faz com um preço decente. Será que o Google Brasil tem algum plano? Há pouquíssimas informações até agora, e um monte de empolgação no ar pela fortíssima possibilidade do gigante da internet entrar no mundo real, físico, da briga de smartphones. Um anúncio oficial deve acontecer a qualquer momento agora. Manteremos vocês atualizados.

Gostou deste artigo?
Por favor, seja o primeiro a comentar!

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.
 
Created by Billy