Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.
Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.
Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

domingo, 2 de outubro de 2011

0 Esta vacina com 90% de chance de sucesso pode ser nossa melhor arma para erradicar a AIDS


Cientistas espanhóis completaram o primeiro teste em humanos de uma nova vacina contra o HIV. Ela teve sucesso em 90% dos voluntários sem HIV durante a primeira fase de teste. A vacina traz grande esperança para erradicarmos de vez essa grave doença.


A equipe liderada pelo doutor Mariano Esteban, um pesquisador do Centro Nacional de Biotecnologia do Conselho Nacional de Pesquisa da Espanha, está trabalhando no método desde 1999. Ele estão usando um vírus atenuado chamado MVA-B, uma variação da Vaccinia Modificado Ankara, que já foi utilizado para erradicar a varíola. O MVA também forma a base de outras vacinas. O B se refere ao HIV-B, o sub-tipo mais comum de HIV na Europa.

A equipe de do doutor Esteban inseriu os genes Gag, Pol, Nef e Env, do HIV, em uma sequência genética do MVA. Em 2008, eles tentaram usar o HIV modificado em macacos e ratos. O experimento foi um sucesso.

Sucesso em teste com humanos

Os primeiros resultados de testes com humanos foram publicados no Vaccine and Journal of Virology. No experimento, cientistas injetaram a vacina em 24 dos 30 voluntários sem HIV. Seis voluntários foram tratados com vacina de placebo — eles não apresentaram nenhum efeito. Mas 90% dos testados criaram uma resposta imunológica muito forte contra o vírus do HIV. 85% mantiveram a reação imunológica por pelo menos um ano. É uma ótima notícia.


De acordo com os resultados, nenhum tipo de efeito secundário significativo foi encontrado nos pacientes. Esse era um dos principais objetivos do primeiro teste.

Apesar do sucesso, Esteban está cauteloso:

 "O tratamento foi testado em apenas 30 voluntários e, apesar de [a vacina] provocar uma resposta poderosa na maioria dos casos, ainda é cedo para dizer se a defesa criada será efetiva contra uma infecção real (de HIV)".

A equipe agora irá começar outra fase de testes, injetando a vacina em pessoas infectadas com HIV. O objetivo do novo experimento é testar os efeitos terapêuticos da vacina.


De acordo com Esteban, “a princípio, o perfil imunológico do MVA-B está dentro dos requerimentos para a criação de uma vacina contra o HIV, por ter a criação de anticorpos e por ativar células chave na hora da defesa contra o vírus”. Infelizmente, a vacina ainda está longe da comercialização: eles precisam testar a criação nas fases II e III, injetando a vacina em voluntários com o vírus em larga escala.

Felizmente, podemos esperar que um dia essa vacina acabe de vez com o maldito HIV.

Via CSIC

Gostou deste artigo?
Por favor, seja o primeiro a comentar!

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.
 
Created by Billy